terça-feira, 1 de setembro de 2009

luto perdemos nosso querido Padrel Léo.. para o cáncer....................que dor terrivel, como vc faz falta nas nossas vidas

Padre Léo lutou por quase um ano contra o câncer. Agora, nos braços do Pai, ficam a alegria e os ensinamentos do amigo

Homem dedicado ao tratamento de dependentes químicos, músico, compositor e apresentador. Essas são algumas das características que definiam Tarcísio Gonçalves Pereira, mais conhecido como padre Léo, que faleceu, aos 45 anos, na noite de quinta-feira, 4, no Hospital das Clínicas, em São Paulo. Ele teve falência múltipla dos órgãos, em função de um linfoma de Burkitt, um tipo de câncer.

O corpo do padre foi velado na sexta-feira, 5, e enterrado na manhã de sábado, 6, em Itajubá, Minas Gerais.

Padre Léo nasceu no dia 9 de outubro de 1961, em Delfim Moreira (MG). O filho de Joaquim Mendes e Maria Nazaré veio de uma família simples e sempre quis ser padre. Entrou para a Renovação Carismática Católica (RCC) em 1973. Vinte e dois anos depois, fundou a Comunidade Bethânia, cuja missão é restaurar jovens dependentes químicos, portadores de HIV e marginalizados em geral. Hoje, a casa conta com mais de 30 membros e 5 casas espalhadas pelo Brasil.

Em vida, padre Léo relatava sua trajetória até chegar ao sacerdócio. “Sou um sujeito que desde criança quis ser padre; e muito pobre, tentei ir para o seminário, mas não fui aceito. Então fui trabalhar até conseguir ter roupas suficientes, fazer meu enxoval. Fui para o seminário com 21 anos.

Tinha namorada, fui noivo, e descobri a Congregação Coração de Jesus, que é o que eu tento viver: Quero ser um homem do Coração de Jesus. Vivo no meio de jovens drogados, prostituídos, aidéticos. Tento ser um deles e eles me ensinam muito”.

A missão de padre Léo começou quando ele atendia jovens envolvidos com drogas e se sentiu chamado a ajudá-los de forma mais completa. Em suas pregações, atraía milhares de pessoas em todos os encontros que promovia.

Ele escreveu 7 livros pela Editora Canção Nova e 14 pela Loyola. O último, recentemente lançado no ‘Hosana Brasil 2006’, intitula-se “Buscai as Coisas do Alto”, escrito durante o período em que se submetia a sessões de radioterapia e quimioterapia.

Renovação Carismática - Padre Léo entrou na Renovação Carismática em 1973. Na Comunidade Canção Nova, apresentou diversos programas na TV, como “Tenda do Senhor” e “Feliz a Cada dia”, bem como foi locutor na rádio, no programa “Cantando a Vida”. Além disso, reuniu no Rincão do Meu Senhor e no Centro de Evangelização Dom João Hipólito de Moraes, em Cachoeira Paulista, inúmeras pessoas que participaram de suas palestras. Em sua última pregação feita durante o Hosana Brasil, realizado entre os dias 8 e 10 de dezembro, estiveram presentes cerca de 30 mil pessoas.

Para padre Jonas Abib, fundador da Canção Nova, diz que padre Léo dava a vida em Bethânia, mas, ao mesmo tempo, ele tinha um ardor apostólico e se sentia impelido a andar pelo Brasil inteiro evangelizando. “O que o padre Léo fez foi exatamente isso, mostrou Jesus a tanta gente. Devemos agradecê-lo pelo exemplo, especialmente nós que tivemos o privilégio de viver muito próximos dele. Ele sempre deixou muito claro que era nosso irmão, mas era de Deus”, destaca padre Jonas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário